Escola Kids

Modos verbais

  • Atualmente 4.5/5 Estrelas.
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Modos verbais Os modos verbais se classificam em: indicativo, subjuntivo e imperativo

Sabemos que quando se trata dos verbos temos muito a aprender, não é verdade? Pois bem, uma das características que se relacionam a esta classe gramatical são as flexões, ou seja, as mudanças que neles ocorrem quando são conjugados – uma delas é a flexão de modo.

Dessa forma, temos três modos: o modo indicativo, o subjuntivo e o modo imperativo. Sim, parece ser fácil, mas somente sabermos classificá-los não é o bastante, pois temos também de compreender por que são assim chamados. Não somente em se tratando desse assunto, mas sim de vários outros relacionados à nossa língua, devemos sempre questionar a razão de um conceito ou do outro. Tenha certeza de que quando agimos assim, tudo fica mais fácil, e a possibilidade de não esquecermos mais daquilo que aprendemos é muito maior. Assim sendo, que tal investigarmos um pouquinho mais, hein?

Existem três modos verbais: indicativo, subjuntivo e imperativo
Existem três modos verbais: indicativo, subjuntivo e imperativo

* Modo indicativo – Por quê?

Esse modo diz respeito a um processo, uma ação – tidos como reais, verdadeiros. Vamos observar alguns exemplos:

Patrícia gosta de passear.

Temos que o verbo gostar está conjugado no tempo presente do modo indicativo.

O passeio foi inesquecível.

Agora o verbo se encontra conjugado no pretérito perfeito do modo indicativo, ou seja, fazendo referência a algo que já ocorreu.

* Modo subjuntivo – Qual a razão por ser assim denominado?

O modo subjuntivo é aquele em que não há uma certeza se a ação verbal irá acontecer ou não, ou seja, ela pode realmente se efetivar, dependendo do desejo do emissor (a pessoa que fala), ou não. Observe os exemplos que seguem:

Se eu ganhasse aquele presente ficaria muito feliz.

Percebemos que o emissor não tem a certeza se realmente irá ganhar o presente ou não. Assim sendo, dizemos que o verbo ganhar se encontra conjugado no pretérito perfeito do modo subjuntivo.

Espero que você seja para sempre meu amigo.

Aqui temos um desejo revelado pelo emissor: que uma determinada pessoa continue para sempre sendo amigo dele (a). Dessa forma, podemos afirmar que o verbo ser está conjugado no tempo presente do modo indicativo.

* Modo imperativo – Por que “imperativo”?

O modo imperativo se caracteriza por uma ordem, um pedido ou até mesmo um conselho. Que tal conferirmos alguns casos?

Meu filho, vá até ao quarto e traga as fotografias.

Notamos que se trata de uma ordem dada ao filho. Nesse sentido, dizemos que o verbo ir se encontra no imperativo afirmativo.

Filho, tenha bastante cuidado ao atravessar a rua.

Nesse caso, trata-se de um conselho dado ao filho, no sentido de ele ser sempre cuidadoso. Sendo assim, afirmamos que o verbo ter está conjugado no modo imperativo afirmativo.


Por Vânia Duarte
Graduada em Letras

Avaliação

9.0

Participação: 3 Comentários

Avaliação:

Se você quer comentar também Clique aqui


    Escola Kids

    R7 Educação