Escola Kids

Artrópodes

  • Atualmente 3.25/5 Estrelas.
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Artrópodes Figura A: caranguejo; Figura B: gafanhoto; Figura C: lacraia; Figura D: aranha; Figura E: piolho-de-cobra

São chamados de artrópodes todos os animais invertebrados que possuem o corpo com partes articuladas, como as patas ou pernas. Esse filo de animais é o mais diversificado do planeta, com mais de um milhão de espécies conhecidas.

Os artrópodes apresentam um esqueleto externo chamado de exoesqueleto, que é constituído por um carboidrato chamado de quitina. O exoesqueleto é muito duro e resistente e protege o corpo do animal como uma armadura. Em artrópodes terrestres o exoesqueleto é coberto por uma cera impermeável que impede a desidratação, ou seja, a perda de água para o ambiente.

Por possuírem o corpo revestido pelo exoesqueleto, os artrópodes não crescem continuamente e, dessa forma, precisam trocá-lo algumas vezes para que consigam crescer. A troca do exoesqueleto se chama muda ou ecdise e pode ocorrer diversas vezes ao longo da vida do animal.

Imagem mostrando um artrópode sofrendo muda e deixando seu exoesqueleto antigo
Imagem mostrando um artrópode sofrendo muda e deixando seu exoesqueleto antigo

Ao sofrer a muda, as células da epiderme do artrópode secretam um novo exoesqueleto embaixo do exoesqueleto antigo, que se racha permitindo que o artrópode saia com seu novo exoesqueleto. O exoesqueleto novo é muito flexível e se adapta ao corpo do animal à medida que ele cresce. Depois de alguns minutos ou horas, esse exoesqueleto novo endurece e o animal para de crescer. Ao exoesqueleto antigo damos o nome de exúvia.

Na imagem podemos observar uma aranha sofrendo a troca de exoesqueleto, chamada de ecdise
Na imagem podemos observar uma aranha sofrendo a troca de exoesqueleto, chamada de ecdise

Alguns artrópodes, como a maioria dos insetos, sofrem um processo chamado de metamorfose, onde ocorre uma transformação do seu corpo e do seu modo de vida.

Os artrópodes mais conhecidos são os insetos (formigas, cigarras, borboletas), mas esse filo também é composto pelos crustáceos (caranguejos, siris, camarões), aracnídeos (aranhas, escorpiões), quilópodes (lacraias) e diplópodes (piolho-de-cobra).


Por Paula Louredo
Graduada em Biologia

Avaliação

6.5

Participação: 8 Comentários

Avaliação:

Se você quer comentar também Clique aqui


    Escola Kids

    R7 Educação